Metrópole das mandingas: Religiosidade negra e inquisição portuguesa no antigo regime

Daniela Buono Calainho

R$60,00

Estamos providenciando, logo teremos mais!

REF: 9788576171539 Categoria:

Sinopse

“O título deste livro resume a novidade da pesquisa: a demonstração de que os cultos e ritos africanos, misturados ao catolicismo, floresceram não só no Brasil, mas no próprio Portugal. Entre os ritos praticados pelos jambacousses, o mais destacado era a mandinga, melhor dizendo, o uso e tráfico da bolsa de mandinga. Originária do reino de Mali, região islamizada, a bolsa era então um saquinho contendo algum versículo do Alcorão. Daniela Calainho examina em detalhe o sincretismo presente na mandinga e noutros ritos. Em sua pesquisa chegou mesmo a encontrar uma bolsa ao vivo, apensa a um processo da Inquisição. Coisa de arrepiar. A Inquisição, como é óbvio, perseguiu muitos mandingueiros. Alguns foram queimados. Mas o melhor do livro é ver de perto a circulação de crenças entre Brasil, Portugal e África. Uma prova de que há séculos os Exus atuavam em vários continentes. Salve!” RONALDO VAIFAS

Detalhes

Peso 0.380 kg
Dimensões 21 × 14 × 2 cm
Páginas

320

Formato

14×21 cm