Jaboc

Otto Winck

R$49,00

Em estoque

REF: 8576171155 Categoria:

Sinopse

Otto Winck Um professor universitário, não de todo satisfeito com a sua atividade, vive a crise da separação. Solitário, em raras incursões pelos bares, em conversas com alguns amigos e envolvimentos circunstanciais com mulheres, ele é presa de desânimo e desespero. Salva-o, em parte, a literatura. Em verdade, o professor está intoxicado de literatura. Leituras de alto nível, principalmente de Fernando Pessoa, por quem nutre apaixonada admiração, o mantêm à tona. Incapaz de ver a vida e nela integrar-se, a não ser por intermediação da literatura, para ele salvo-conduto ou espelho, o professor nada contra a corrente, anda sobre o fio da navalha. Julga-se (e age como) um lobo estepário. O romance de que ele é personagem e narrador é a história de alguém que escreve um romance e nele aposta como um projeto vital, um ato de salvação. Como se vê, dois romances imbricados um no outro, gêmeos siameses, carne da mesma carne. O romance em curso – digamos, a parte exposta do iceberg – vem a ser invadida, subvertida e sabotada por outro que se vai erguendo do tronco principal qual parasita, esvaindo-lhe a seiva, tomando-lhe o sopro criador. No fim, permanece apenas um – ou então os dois romances assumem a forma de uma só moeda de duas faces assemelhadas e dessemelhantes. Por que escrever, e para quê? São perguntas que o narrador se faz. O que vem a ser romance e quais os subjetivos impulsos de sua montagem? Questões como estas, e mais as investigações ditadas pela fatalidade de viver – ou deixar-se viver – são atacadas pelo narrador de Jaboc. Em suma, a luta que se trava pela criação artística de nível, na qual são empenhados, mais que o talento ou suor, o sangue, os nervos, o equilíbrio psíquico e, porventura, a sanidade mental.

Hélio Pólvora 14x21cm, 318 páginas, ISBN 85-7617-115-5

Detalhes

Peso 0.490 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm
Páginas

318

Formato

14×21 cm