As metáforas farmacoquímicas com que vivemos

Orlando Coser

R$37,00

Em estoque

REF: 9788576171775 Categoria:

Sinopse

Uma vez que a psicofarmacologia obtém  certos efeitos com uma substância, inaugura uma novidade para a qual não existia nome – é preciso então inventar formas de designar o que o fármaco produz. É isto o que convida à produção de metáforas diversas, todas com a mesma finalidade – enunciar pela palavra o efeito comportamental que a substância química ocasiona. Nessa junção entre a substância e a metáfora, nascem os estabilizadores, moduladores, tranquilizantes, energizantes e antidepressivos. Tudo isso com o intuito de tornar o fármaco mais receptivo. Ou seja, além da produção de fármacos e derivados, faz-se necessária uma produção discursiva para falar dos efeitos encontrados. Orlando Coser enfatiza aqui este conjunto acumulado de produções discursivas, operando uma sequência e uma continuidade ao longo desses desenvolvimentos no intuito de produzir uma visão de conjunto que ilumine as suas dimensões fundamentais, com ênfase nos problemas de fronteira entre a farmacologia e a sua dimensão meta, ou seja, que vai além das questões técnicas e científicas. Neste sentido, a matapsicofarmacologia inclui também a metapsicologia, dada a importância que certos conceitos freudianos têm para a publicidade dos fármacos.

Detalhes

Peso 0.221 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm
Páginas

144

Formato

14×21 cm