Carregando... Aguarde...

As novas guerras sexuais: diferença, poder religioso e identidades LGBT no Brasil

  • Imagem 1
Preço:
R$ 54.00
ISBN:
9788576173052
Entrega:
Calcular ao finalizar
Indique:
Compartilhar:

Desculpe, mas este livro está indisponível atualmente.

Consulte-nos.



"Não é exagero constatar que ao longo dos últimos anos a movimentação política a favor dos direitos de pessoas LGTB, com suas múltiplas paradas e rede de organizações de ajuda mútua, tem sensibilizado setores significativos da sociedade, tornando-se a mais bem-sucedida de todas as ditas minorias sociais.

Embora o Congresso Nacional nada tenha feito para responder às demandas dessa movimentação, o Judiciário tem agido no sentido de reconhecer uniões afetivas entre pessoas do mesmo sexo e permitir a adoção de filhos; até a Receita Federal reconhece essas uniões,equiparando-as às uniões heterossexuais por fins de declaração de imposto de renda.

É uma outra e igualmente bem--sucedida movimentação social – a das igrejas pentecostais e neopentecostais – que tem se oposto dramaticamente ao avanço da aceitação social
da diversidade sexual, declarando uma guerra religiosa contra a homossexualidade.
Além da guerra espiritual, os seus membros, deputados e senadores, no plano mundano, se opõem radicalmente a qualquer mudança nas leis e até a um programa governamental
desenhado para dirimir o preconceito contra a homossexualidade nas escolas.

No Rio de Janeiro, um grupo de deputados evangélicos chegou a propor um programa estadual para “curar” os homossexuais.

Neste livro, dois jovens e talentosos antropólogos apresentam os resultados de suas pesquisas sobre religião e homossexualidade documentando não apenas as novas guerras sexuais, mas também o surgimento de igrejas evangélicas inclusivas, fundadas para acolher cristãos cuja homossexualidade não tem lugar em suas igrejas de origem.

Além de documentar as batalhas campais provocadas pelas igrejas, este livro dá voz aos muitos fiéis diretamente afetados. Na boa tradição da antropologia, então, vem provocar uma reflexão fundada numa aproximação com esses fiéis homossexuais cujos desejos, sofrimentos, afetos e projetos são negados pela homofobia radical, pregada por muitas das igrejas evangélicas mais bem-sucedidas do Brasil."
Peter Fry

Outros dados

Páginas:
300
Páginas iniciais:

Você visualizou recentemente...

Newsletter

Cadastre-se

Parceiros


      logo_unb.gif

      libre.jpg